Intervenção do enfermeiro na prevenção de trombose venosa profunda no pós-operatório: revisão integrativa
PDF

Palavras-chave

trombose venosa; cuidados de enfermagem; período pós-operatório

Como Citar

Rodrigues, A., Arvins, A. F., Rebelo, A. ., Dias, C., Garrido , A. ., Anjos, S., & Novo, R. (2020). Intervenção do enfermeiro na prevenção de trombose venosa profunda no pós-operatório: revisão integrativa . Revista De Investigação &Amp; Inovação Em Saúde, 3(2), 87–99. https://doi.org/10.37914/riis.v3i2.89

Resumo

Enquadramento: a Trombose Venosa Profunda (TVP) carateriza-se pela formação de um coágulo numa veia profunda e pela sua obstrução. As intervenções cirúrgicas são um fator de risco para o desenvolvimento de TVP, tornando-se a intervenção de Enfermagem importante na prevenção desta condição e, por inerência, na diminuição da morbilidade e mortalidade. Objetivo: identificar intervenções de Enfermagem que visam a prevenção de TVP no pós-operatório. Metodologia: revisão Integrativa da Literatura orientada pela questão de investigação: “Qual a intervenção do Enfermeiro na prevenção da TVP em pessoas adultas e idosas, no período pós-operatório?”. Após a definição dos critérios de inclusão e exclusão, a pesquisa dos artigos realizou-se nas bases de dados Biblioteca Virtual em Saúde, Pubmed e B-on. Resultados: a seleção totalizou 5 artigos cujos resultados englobam 5 áreas de intervenção em enfermagem: educação para a saúde, promoção precoce da autonomia, potenciamento do retorno venoso, promoção da evolução dietética e profilaxia farmacológica anti-trombótica. Conclusão: o Enfermeiro intervém na prevenção de TVP através da realização de ensinos sobre mobilização precoce, de exercícios respiratórios profundos e de estimulação da tosse, de massagem dos membros inferiores, da aplicação de meias de compressão e da administração de terapia anti trombótica.

https://doi.org/10.37914/riis.v3i2.89
PDF

Referências

Amaral, C., Reis, J., Guimarães, L., Sá, A. C., Moreto, A., Araújo, F., Guimarães, M., Felicíssimo, P., Teixeira, J., Fonseca, C., Miranda, L. (2014). Recomendações Perioperatórias para Profilaxia do Tromboembolismo Venoso no Doente Adulto. Consenso Nacional Multidisciplinar 2014. Revista Da Sociedade Portuguesa De Anestesiologia, 23(3), 62-75. doi: 10.25751/rspa.4831

Barnard, N. D. (2018). Deep Venous Thrombosis. Nutrition Guide for Clinicians, 3, 1-4. Disponível em https://nutritionguide.pcrm.org/nutritionguide/view/Nutrition_Guide_for_Clinicians/1342012/all/ Deep_Venous_Thrombosis

Bower, A. & Royse, C. (2016). The importance of postoperative quality of recovery: influences, assessment, and clinical and prognostic implications. Canadian Journal of Anesthesia, 63, 176-183. DOI 10.1007/s12630-015-0508-7

Corrêa, R., Campos, F. & Mancunzo, E. (2015). Hipertensão pulmonar tromboembólica crônica: tratamento medicamentoso dos pacientes não cirúrgicos. Pulmão RJ, 24(2), 55-60. Disponível em http://www.sopterj.com.br/wp-content/themes/_sopterj_redesign_2017/_revista/2015/n_02/full.pdf

Costa, Carla. (2017). Medidas preventivas do tromboembolismo venoso no doente hospitalizado: uma revisão integrativa da literatura. Disponível em https://repositorio.ipv.pt/bitstream/10400.19/4585/1/CarlaIsabelSantosCosta%20DM.pdf

Di Nisio, M., van Es, N. & Büller, H. (2016). Deep vein thrombosis and pulmonary embolism. Lancet, 388(10063), 3060-3073. doi: 10.1016/S0140-6736(16)30514-1

AESOP. (2012). Enfermagem Perioperatória: da filosofia à prática de cuidados. Lisboa: Lusodidacta. ISBN: 978-972-8930-16-5.

Ghelase, M., Borugă, A., Râmboiu, S., Rotaru, A., Mărgăritescu, D., Cârţu, D. & Ghelase, F. (2013). Study of the risk factors and prevention ofvenous thromboembolism in surgery. Current Health Sciences Journal, 39(1), 48-52. doi: 10.12865/CHSJ.39.01.09

Grass, F., Schäfer, M., Demartines, N. & Hübner, M. (2017). Normal Diet within Two Postoperative Days—Realistic or Too Ambitious?. Nutrients, 9(12), 1336. https://doi.org/10.3390/nu9121336

Greenall, R. (2016). Using patient education to reduce risk of VTE. Nursing Times, 112(3), 3-6. Disponível em https://www.nursingtimes.net/clinical-archive/patient-safety/using-patient-education-to-reduce-risk-of-vte-11-07-2016/

Guo, M., Lu, L., Sun, Y., Li, L., Wu, M. & Lang, J. (2019). Comprehensive functional exercises with patient education for the prevention of venous thrombosis after major gynecologic surgery: A randomized controlled study. Thrombosis Research, 178, 69-74. https://doi.org/10.1016/j.thromres.2019.04.013

Heil, J., Miesbach, W., Vogl, T., Bechstein, W., Reinisch, A. (2017). Deep Vein Thrombosis of the Upper Extremity. Deutsches Ärzteblatt International, 114(14), 244-249. doi: 10.3238/arztebl.2017.0244

Hou, D., Wang, Y., Jiang, W., Zuo, D. & Sun, M. (2017). Efficacy and safety of low molecular weight heparin treatment, intermittent pneumatic compression therapy passive ankle exercise and nursing care in preventing deep venous thrombosis of the lower extremity following varicose vein surgery. Int J Clin Exp Med, 10(6), 9546-9554. ISSN:1940-5901/IJCEM0050961

Imai. N., Ito, T., Suda, K., Miyasaka, D. & Endo, N. (2017). Manual calf massage and passive ankle motion reduce the incidence of deep vein thromboembolism after total hip arthroplasty. Journal of Orthopaedic of Science, 22(4), 726-730. http://dx.doi.org/10.1016/j.jos.2017.03.006

Isidro, M. & Lima, D. (2012). Adequação calórico-proteica da terapia nutricional enteral em pacientes cirúrgicos. Revista da Associação Médica Brasileira, 58(5), 580-586. https://doi.org/10.1590/S0104-42302012000500016

Jia, Y., Jin, G., Guo, S., Gu, B., Jin, Z., Gao, X., Li, Z. (2013). Fast-track surgery decreases the incidence of postoperative delirium and other complications in elderly patients with colorectal carcinoma. Langenbecks Arch Surg, 399(1), 77-84. doi: 10.1007/s00423-013-1151-9

Kang, Y., Liu, J., Chen, H., Ding, W., Chen, J., Zhao, B. & Yin, X. (2019). Enhanced recovery after surgery (ERAS) in elective intertrochanteric fracture patients result in reduced length of hospital stay (LOS) without compromising functional outcome. Journal of Orthopaedic Surgery and Reserac, 14(209), 1-7. Doi: 10.1186/s13018-019-1238-2

Kmet, L. M., Cook, L. S., & Lee, R. C. (2004). Standard quality assessment criteria for evaluating primary research from a variety of fields. Alberta Heritage Foundation for Medical Research (AHFMR) AHFMR - HTA Initiative #13., (February), 1–28

Lins, R., Filho, E., Oliveira, F., Santos, S., Rolim, T. & Kreimer, F. (2017). Estudo prospectivo da aspirina como profilaxia do tromboembolismo em artroplastia total do quadril. Acta Ortop Bras, 26(2), 86-90. DOI: http://dx.doi.org/10.1590/1413-785220182602187265

Lopes, R., Castro, J., Nogueira, C., Braga, D., Gomes, J., Silva, R. & Brandão, M. (2019). Complicações do pós-operatório imediato de cirurgia cardíaca eletiva: estudo transversal à luz de Roy. Revista de Enfermagem Referência, 22, 23-32, https://doi.org/10.12707/RIV19042

Macneill, S. & Bagot, C. (2018). Prevention and treatment of venous thromboembolic disease. Disponível em https://www.prescriber.co.uk/article/prevention-and-treatment-of-venous-thromboembolic-disease/

Nascimento, A., Mendonça, A., Silva, J., Santos, N., Silva, J. & Cavalcante, T. (2019). Atuação do fisioterapeuta na mobilização precoce para prevenção da trombose venosa profunda. Revista Movimenta, 13(1), 128-138. ISSN:1984-4298

Olaf, M. & Cooney, R. (2017). Deep Venous Thrombosis. Emergency Medicine Clinics of North America, 35(4), 743-770. doi: 10.1016/j.emc.2017.06.003

Pinho, N., Viegas, K. & Caregnato, R. (2016). Papel do enfermeiro no período perioperatório para prevenção da trombose venosa profunda. Revista SOBECC, 21(1), 28-36. doi: 10.5327/Z1414-4425201600010005

Pu, H., Jiang, H., Leng, Z., Yang, X. (2017). Investigation on the early-stage nursing intervention for deep venous thrombosis in traumatic fracture senile patients in perioperative period. Biomedical Research, 28(21), 9507-9510. ISSN 0970-938X

Roberts, S., Patel, K. & Smith, S. (2017). Impact of avoiding post-operative urinary catheters on outcomes following colorectal resection in an ERAS programme: no IDUC and ERAS programes. ANZ Journal of Surgery, 88(5), 1-7. doi: 10.1111/ans.13916

Safdar, N., Codispoti, N., Purvis, S. & Knobloch, M. (2016). Patient perspectives on indwelling urinary catheter use in the hospital. American Journal of Infection Control, 44(3), e23-e24. doi:10.1016/j.ajic.2015.10.011

Sociedade Portuguesa de Cirurgia. (2015). Tromboembolismo Venoso: Diagnóstico e Tratamento. Disponível em https://www.spcir.com/wp-content/uploads/2016/06/Tromboembolismo_Venoso_Diagnostico_e_Tratamento_2015.pdf

Sousa, A., Bim, L., Hermann, P., Fronteira, I. & Andrade, D. (2020). Complicações no pós-operatório tardio em pacientes cirúrgicos: revisão integrativa. Revista Brasileira de Enfermagem, 73(5), 1-7. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2019-0290

Sousa, L., Vieira, C., Severino, S., Antunes, A. (2017). A metodologia de revisão integrativa da literatura em enfermagem. Revista Investigação em Enfermagem, 17-26. Disponível em https://www.researchgate.net/publication/321319742_Metodologia_de_Revisao_Integrativa_da_Literatura_em_Enfermagem

Viviani, A., Silva, M., Gomes, A., Molina, C. (2019). Aplicabilidade da mobilização precoce na prevenção de Trombose Venosa Profunda em ambiente hospitalar: Uma Revisão Sistemática. Revista Pesquisa em Fisioterapia, 9(3), 421-428. doi: 10.17267/2238-2704rpf.v9i3.2448

Yayla, A. & Özer, N. (2019). Effects of early mobilization protocol performed after cardiac surgery on patient care outcomes. International Journal of Nursing Practice, 25(e12784), 1-11. doi: 10.1111/ijn.12784

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição 4.0.

Direitos de Autor (c) 2020 Revista de Investigação & Inovação em Saúde