Ansiedade associada ao desempenho do papel de cuidador familiar de pessoa dependente

Arquivos suplementares

PDF

Palavras-chave

Ansiedade; Cuidador Familiar; Sobrecarga

Como Citar

Silva, M., Duarte, J. C. ., Melo, R. . ., Rua, I. ., Freitas, M. . ., Morais, P. . ., & Rua, M. . (2021). Ansiedade associada ao desempenho do papel de cuidador familiar de pessoa dependente. Revista De Investigação & Inovação Em Saúde, 4(2), 63–72. https://doi.org/10.37914/riis.v4i2.123

Resumo

Enquadramento: a maioria dos cuidados prestados a pessoas dependentes em contexto de domicílio é assegurada por um cuidador, familiar da pessoa cuidada, que presta cuidados de forma não remunerada. Atualmente emergem preocupações crescentes com a sua saúde mental e a ansiedade e sobrecarga surgem, muitas vezes, associadas ao desempenho deste papel. Objetivo: analisar a relação entre as variáveis sociodemográficas, sobrecarga e ansiedade do cuidador. Metodologia: quantitativa, transversal, com amostra por redes, de 85 cuidadores. Utilizada a Escala de Sobrecarga do Cuidador e a Escala de Ansiedade, Depressão e Stress e os testes t de Student, Kruskal-Wallis e U Mann-Whitney. Resultados: os cuidadores possuíam uma idade média de 51.97 anos, eram maioritariamente do sexo feminino, casados e apresentavam escolaridade até ao terceiro ciclo. Constatou-se que 38.8% dos cuidadores apresentavam ansiedade. Os que revelavam maior ansiedade tinham entre 50 e 60 anos (p=0.023) e como escolaridade o ensino superior (p=0.009). Não existem diferenças estatisticamente significativas entre outras variáveis. Conclusão: a idade e a escolaridade parecem ter influência na ansiedade do cuidador. Uma vez que a ansiedade do cuidador pode ter repercussões na pessoa cuidada é de extrema importância intervir no sentido da prevenção e promoção da sua saúde mental.

https://doi.org/10.37914/riis.v4i2.123

Referências

Apóstolo, J., Mendes, A., Antunes, M. T. C., Rodrigues, M. A., Figueiredo, M. H., & Lopes, M. C. F. da G. (2011). Perturbações afectivo-emocionais em contexto de cuidados de saúde primários. Revista de Enfermagem Referência, III Série(3), 67–74.

Cabral, L., Duarte, J., Ferreira, M., & Santos, C. (2014). Anxiety, stress and depression in family caregivers of the mentally ill. Atencion Primaria, 46(Espec Cong 1), 176–179. https://doi.org/10.1016/S0212-6567(14)70087-3

Cottagiri, S. A., & Sykes, P. (2019). Key health impacts and support systems for informal carers in the UK: A thematic review. Journal of Health and Social Sciences Advance Online Publication, 4(2), 173–198. https://doi.org/doi10.19204/2019/kyhl11

Delalibera, M., Presa, J., Barbosa, A., & Leal, I. (2015). Sobrecarga no cuidar e suas repercussões nos cuidadores de pacientes em fim de vida: revisão sistemática da literatura. Ciência & Saúde Coletiva, 20(9), 2731–2747. https://doi.org/10.1590/1413-81232015209.09562014

Figueiredo, D., & Sousa, L. (2008). Percepção do estado de saúde e sobrecarga em cuidadores familiares de idosos dependentes com e sem demência. Revista Portuguesa de Saúde Pública, 26(1), 15–24.

Gratao, A. C. M., Vendrúscolo, T. R. P., Talmelli, L. F. da S., Figueiredo, L. C., Santos, J. L. F., & Rodrigues, R. A. P. (2012). Sobrecarga e desconforto emocional em cuidadores de idosos. Texto e Contexto Enfermagem, 21(2), 304–312. https://doi.org/10.1590/S0104-07072012000200007

Jácome, C., Figueiredo, D., Gabriel, R., Cruz, J., & Marques, A. (2014). Predicting anxiety and depression among family carers of people with Chronic Obstructive Pulmonary Disease. International Psychogeriatrics, 26(7), 1191–1199. https://doi.org/10.1017/S1041610214000337

Karabekiroğlu, A., Demir, E. Y., Aker, S., Kocamanoğlu, B., & Karabulut, G. S. (2018). Predictors of depression and anxiety among caregivers of hospitalised advanced cancer patients. Singapore Med J, 59(11), 572–577.

Loh, A. Z., Tan, J. S., Zhang, M. W., & Ho, R. C. (2017). The Global Prevalence of Anxiety and Depressive Symptoms Among Caregivers of Stroke Survivors. Journal of the American Medical Directors Association, 18(2), 111–116. https://doi.org/10.1016/j.jamda.2016.08.014

Lovibond, P., & Lovibond, S. (1995). The structure of negative emotional states: Comparison of the depression anxiety stress scales (DASS) with the Beck Depression and Anxiety Inventories. Behaviour Research and Therapy, 33(3), 335–343.

Martins, T., Araújo, M. F., Peixoto, M. J., & Machado, P. P. (2016). A Pessoa Dependente e o Familiar Dependente (1ª ed.). Lusodidacta

Melo, R. (2020). A Transição para o Papel de Cuidador Familiar: A Família, o Cuidador Familiar e a Pessoa Dependente (1ª ed.). Novas Edições Académicas.

Min, J. A., Yu, J. J., Lee, C. U., & Chae, J. H. (2013). Cognitive emotion regulation strategies contributing to resilience in patients with depression and/or anxiety disorders. Comprehensive Psychiatry, 54, 1190–1197. https://doi.org/10.1016/j.comppsych.2013.05.008

Pais-Ribeiro, J. L., Honrado, A., & Leal, I. (2004). Contribuição para o estudo da adaptação portuguesa das escalas de ansiedade, depressão e stress (EADS) de 21 itens de Lovibond e Lovibond. Psicologia, Saúde & Doenças, 5(2), 229–239.

Pristavec, T. (2019). The caregiving dyad: Do caregivers’ appraisals of caregiving matter for care recipients’ health? Archives of Gerontology and Geriatrics, 82, 50–60. https://doi.org/10.1016/J.ARCHGER.2019.01.020

Sallim, A. Bin, Sayampanathan, A. A., Cuttilan, A., & Chun-Man Ho, R. (2015). Prevalence of Mental Health Disorders Among Caregivers of Patients With Alzheimer Disease. Journal of the American Medical Directors Association, 16(12), 1034–1041. https://doi.org/10.1016/j.jamda.2015.09.007

Sequeira, C., Lange, C., Sousa, L., & Llano, P. (2018). Cuidar de Idosos com Dependência Física e Mental (2a ed.). Lidel.

Wilks, S. E., Little, K. G., Gough, H. R., & Spurlock, W. J. (2011). Alzheimer’s aggression: Influences on caregiver coping and resilience. Journal of Gerontological Social Work, 54(3), 260–275. https://doi.org/10.1080/01634372.2010.544531

Zarit, S. H., & Zarit, J. M. (1983). The memory and behaviour problems checklist - and the burden interview. Technical report. Pennsylvania State University

Zhao, J., Zeng, Z., Yu, J., Xu, J., Chen, P., Chen, Y., … Ma, Y. (2021). Effect of main family caregiver’s anxiety and depression on mortality of patients with moderate-severe stroke. Scientific Reports, 11(1). https://doi.org/10.1038/s41598-021-81596-8

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição 4.0.

Direitos de Autor (c) 2021 Marta Silva