Promover estilos de vida saudáveis nos estudantes de enfermagem

Arquivos suplementares

PDF

Palavras-chave

estudantes de enfermagem; estilo de vida saudável; promoção da saúde; photovoice

Como Citar

Carvalhais, M., Ferreira, A., Milheiro da Silva, A. P., Dias, C., Silva, D., Leite , D., & Ramos , J. (2020). Promover estilos de vida saudáveis nos estudantes de enfermagem. Revista De Investigação & Inovação Em Saúde, 3(1), 43-53. https://doi.org/10.37914/riis.v3i1.79

Resumo

Enquadramento: Com a entrada na Universidade podem iniciar-se comportamentos menos saudáveis, que podem estender-se para as outras fases da vida, levando a uma menor qualidade de vida. Objetivos: Identificar os estilos de vida dos estudantes de enfermagem; reconhecer fatores que dificultam ou facilitam os estilos de vida saudáveis; identificar modos de promover e sensibilizar para as práticas de estilos de vida saudáveis. Metodologia: Adotamos a metodologia “photovoice”, um método participativo (qualitativo), sendo aplicado em duas Instituições de Ensino Superior da região centro. A amostra envolveu 16 estudantes com idades entre os 18 e 28 anos. Resultados: A maioria dos estudantes engloba no seu estilo de vida: estudo intensivo, falta de tempo, alimentação não saudável e má conciliação entre a vida profissional/pessoal e escolar. Os fatores que facilitam os estilos de vida saudáveis são os media, enquanto, os que dificultam são a falta de tempo e de recursos, a publicidade e as influências. Conclusão: Os dados anteriores refletem a urgente necessidade de atuação na aquisição de estilos de vida saudáveis. É fundamental que as instituições de ensino superior recorram frequentemente a um estilo de vida, de aprendizagem e de trabalho que promova o desenvolvimento da saúde dos seus estudantes.

https://doi.org/10.37914/riis.v3i1.79

Referências

Alves, E.F. (2011). Estilo de vida de estudantes de graduação em enfermagem de uma instituição do sul do brasil. Revista CPAQV - Centro de Pesquisas Avançadas em Qualidade de Vida, 3 (1) Retirado de: http://hdl.handle.net/10437/2970

Assis, P.Y.S, Pereira, D.L, Lima, C.A., Vieira, M.A. & Costa F.M. (2014). Qualidade de Vida de Estudantes da Graduação em Enfermagem: revisão da literatura. Revista Eletrônica Gestão & Saúde, 5 (3), 2115-2136.

Atz, A.P, & Rocha, L. (2008). A Influência da Publicidade na Sociedade de Consumo e sua Regulação pelo CDC. Projeto de Investigação do Curso de graduação em Direito. Brasil: Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos.

Branco, N.S.M.D. (2010) A influência da Família e dos Estilos de Vida na forma preferencial de aprender (Dissertação de Mestrado). Faculdade De Ciências Humanas E Sociais da Universidade do Algarve, Faro.

Brito, B.J.Q., Gordia, A.P. & Quadros, T.M.B. (2016). Estilo de vida de estudantes universitários: Estudo de acompanhamento durante os dois primeiros anos do curso de graduação. Medicina, 49(4), 293–302. Retirado de http://revista.fmrp.usp.br/2016/vol49n4/AO1-Estilo-de-vida-de-universitarios-estudo-de-acompanhamento.pdf

Brito, R. (2012). Os Hábito de Saúde dos Adolescentes (Tese de Mestrado). Universidade Católica Portuguesa

Cunha, L.F. (2014). A Importância de uma Alimentação Adequada na Educação Infantil. Monografia. Ibaiti Universidade Tecnológica Federal, Paraná.

Despacho nº 6401/2016 de 16 de maio (2016). Diário da República, 2º Série nº 94 (16-05-2016) 15239. Disponível em: https://dre.pt/application/conteudo/74443131

Direção-Geral da Saúde, (2015a). Plano Nacional de Saúde: Revisão e extensão a 2020. Lisboa, Portugal: Direção-Geral da Saúde. Retirado de https://www.dgs.pt/em-destaque/plano-nacional-de-saude-revisao-e-extensao-a-2020-aprovada-pdf.aspx Direção-Geral da Saúde, (2015b). Programa Nacional de Saúde Escolar. Lisboa, Portugal: Direção-Geral da Saúde. Retirado de https://observatorio-lisboa.eapn.pt/ficheiro/Programa-Nacional-de-Sa%C3%BAde-Escolar-2015.pdf

Faria, D. (2012). Estudo Comparativo dos Estilos de Vida dos Estudantes de Medicina da Universidade da Beira Interior no Início e no Final do Curso (Tese de Mestrado). Universidade da Beira Interior

Finney, N. & Rishbeth, C. (2006). Engaging with marginalised groups in public open space research: the potential of collaboration and combined methods. Planning, Theory & Practice, 7(1), 27-46.

Galvão, A., Pinheiro, M., Gomes, M.J. & Ala, S. (2017). Ansiedade, Stress e Depressão. Relacionados Com Perturbações do Sono-Vigília e Consumo de Álcool em Alunos do Ensino Superior. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, 5 (5), 8–12. Disponível em: http://www.scielo.mec.pt/pdf/rpesm/nspe5/nspe5a02.pdf

Loureiro, L.A. (2012). Consumo de substâncias psicoativas e estilos de vida nos estudantes do ensino superior (Dissertação de Mestrado) Universidade de Coimbra

Marques, C. (2017). Estilo de vida dos Estudantes no Ensino Superior (Tese de Mestrado). Instituto Politécnico da Guarda, Guarda. Retirado de http://bdigital.ipg.pt/dspace/bitstream/10314/3986/1/E%20Com%20%20Cl%c3%a1udio%20R%20C%20Marques.pdf

Mendes, S.M.F.S. (2011). Os mass media e os estilos de vida saudáveis: a perceção das mensagens publicitárias sobre alimentação saudável e exercício físico. (Dissertação Mestrado). Instituto Superior de Ciências e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa

Paz, E.P.A., Souza, M.H.N., Guimarães, R.M., Pavani, R. M.G. G.F., Correia, H.F.S., Carvalho, P.M. & Rodrigues R.M. (2011). Estilos de vida de pacientes hipertenso,s atendidos com a Estratégia de Saúde Familiar. Investigación y Educación en Enfermería, 29 (3), 468-76.

Pedroso, R., & Brito, I. (2014). Saúde dos estudantes do ensino superior de enfermagem: estudo de contexto na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra. Série Monográfica Educação e Investigação em Saúde. Coimbra: Unidade de Investigação em Ciências da Saúde: Enfermagem (UICISA: E) / Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC)

Silva, P., Borrego, R., Ferreira, V., Lavado, E., Melo, R., Rowland, J., & Truninger, M. (2015). Consumos e Estilos de Vida no Ensino Superior: o caso dos estudantes da ULisboa-2012. Estudos SICAD.

Soares, R.D.O.P., & Campos, L.F. (2008). Estilo De Vida Dos Estudantes De Enfermagem De Uma Universidade Do Interior De Minas Gerais. Revista Cogitare Enfermagem, 13(2), 227-234.

Varela-Mato, V., Cancela, J.M., Ayan, C., Martín, V., & Molina, A. (2012). Lifestyle and health among spanish university students: Differences by gender and academic discipline. International Journal of Environmental Research and Public Health, 9(8), 2728- 2741. Retirado de file:///C:/Users/Maribel/Downloads/ijerph-09-02728.pdf

Virgínio, A.F.C. (2015). Estilos de Vida: Consumo de substâncias psicoactivas dos “caloiros” de Enfermagem (Tese de Mestrado). Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

WHO, (2018). Management of Substance Abuse Team. Global status report on alcohol and health 2018. Geneva Retirado de https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/274603/9789241565639-eng.pdf?ua=1