Cuidar de uma família alargada numa abordagem colaborativa

Arquivos suplementares

PDF

Palavras-chave

Palavras-Chave: enfermagem, cuidar, família, modelo Calgary

Como Citar

Rodrigues, F., & Cardoso, G. . (2022). Cuidar de uma família alargada numa abordagem colaborativa. Revista De Investigação & Inovação Em Saúde, 5(1), 33–46. https://doi.org/10.37914/riis.v5i1.185

Resumo

Enquadramento: o estudo de caso centrou-se numa família alargada trigeracional cabo-verdiana. Foi solicitado o apoio da equipa de enfermagem, porque um membro adolescente abandonou a escola por gravidez não desejada nem planeada. A família não estava preparada para viver a etapa que marca o início da quarta geração no agregado familiar. Objetivo: analisar o processo de cuidar centrado numa família, com uma abordagem colaborativa, tendo por referencial o modelo de avaliação e intervenção familiar de Calgary. Metodologia: qualitativa, com recolha de informação elaborada através de entrevistas semiestruturadas realizadas nas consultas e visitas domiciliarias que a equipa de enfermagem organizou para capacitar a família a lidar com a transição para a maternidade e nascimento. Resultados: a apreciação da família nas categorias estrutura, desenvolvimento e funcionamento, facilitou a elaboração de diagnósticos de enfermagem, para planear as intervenções que contribuíram para desenvolver competências para gerir as transições familiares. Conclusão: no final da gestação a família mostrou-se mais empoderada, capaz de se focar nas soluções e não nos problemas, apoiou a gestante e envolveu-se no acolhimento da criança, ajudou o membro mais dependente nas atividades de vida diária e mobilizou recursos comunitários.

https://doi.org/10.37914/riis.v5i1.185

Referências

Becker, A. P. S. & Crepaldi, M. A. (2019). O apego desenvolvido na infância e o relacionamento conjugal e parental: Uma revisão da literatura. Estudos e Pesquisas em Psicologia, 19(1), 238-260. https://doi.org/10.12957/epp.2019.43016

Conselho Internacional de Enfermeiros. (2016). Classificação Internacional para a Prática de Enfermagem. Ordem dos Enfermeiros.

Direção Geral de Saúde (2019). Norma nº 008/2019. Prevenção e Intervenção na Queda do Adulto em Cuidados Hospitalares. Departamento da Qualidade na Saúde da DGS. https://www.dgs.pt/directrizes-da-dgs/normas-e-circulares-normativas/norma-n-0082019-de-09122019-pdf.aspx

Duque, A. S., Gruner, H., Clara J. G., Ermida, J. G. & Veríssimo, M. T. (2010). Avaliação Geriátrica. Núcleo de Estudos de Geriatria da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (GERMI). https://www.spmi.pt/docs_nucleos/GERMI_36.pdf

Figueiredo, M. H. (2012). Modelo dinâmico de avaliação e intervenção familiar. Lusociência.

Fortes, C. (2015). Casa sem homem é um navio à deriva: Cabo Verde, a monoparentalidade e o sonho de uma família nuclear e patriarcal. Anuário Antropológico, 40(2), 151-172. https://journals.openedition.org/aa/1425#tocto1n2

Hanson, S. M. H. (2005). Enfermagem de cuidados de saúde à família: Teoria, prática e investigação. (2ª ed.) Lusodidacta.

Instituto Nacional de Estatística (2020). Anuário estatístico de 2018. Instituto Nacional de Estatística de Cabo Verde.

Martins, F. & Fortes, C. (2011). Para além da crise: jovens, mulheres e relações familiares em Cabo Verde. (Con)textos. Revista d’antropologia i investigació social, 5, 13-29. https://revistes.ub.edu/index.php/contextos/article/view/2176/0

Martins, M., Sarmento, T. & Alves, S. (2019). Família: ontem como hoje, permanente educadora. Gestão e desenvolvimento, (27), 211-228. https://doi.org/10.7559/gestaoedesenvolvimento.2019.382

Meleis, A. I. (2010). Transitions Theory: middle-range and situation-specific theories in nursing research and practice. Springer Publishing Company.

Ministério da Saúde e da Segurança Social (2017). Plano nacional de desenvolvimento sanitário 2017-2021. Vol. I. Ministério da Saúde e da Segurança Social de Cabo Verde.

Ministério da Saúde e da Segurança Social (2020). Relatório estatístico de 2019. Ministério da Saúde e da Segurança Social de Cabo Verde.

Ministério da Saúde e da Segurança Social (2021). Plano estratégico nacional de saúde mental 2021-2025. Direção Nacional da Saúde da República de Cabo Verde.

Organização das Nações Unidas (2020). Índice de Desenvolvimento Humano da ONU inclui variante

pegada de carbono. ONU News Perspectiva Global Reportagens Humana. https://news.un.org/pt/story/2020/12/1736222

Reppold, C., Kaiser, V., Zanon, C., Hutz, C., Casanova, J. & Almeida, L. (2019). Escala de Satisfação com a Vida: Evidências de validade e precisão junto de universitários portugueses. Revista de Estudios e Investigación en Psicología y Educación, 5(1), 15-23. DOI: https://doi.org/10.17979/reipe.2019.6.1.4617

Tormes, J. R., Monteiro, L. & Moura, L. C. (2018). Estudo de caso: Uma metodologia para pesquisas educacionais. Ensaios pedagógicos, 2(1), 18-25. http://www.ensaiospedagogicos.ufscar.br/index.php/ENP/article/view/57

Wright, L. M. & Leahey, M. (2019). Nurses and families: A guide to family assessment and intervention (7th Editions). F. A. Davis Company

Silva, C. & Oliveira G. S. (2019). Família e dinâmicas sociais em Cabo Verde: fortalezas e vulnerabilidades. Rivista Italiana di Educazione Familiare, (2), 43-62.

Creative Commons License

Este trabalho encontra-se publicado com a Licença Internacional Creative Commons Atribuição 4.0.

Direitos de Autor (c) 2022 Fátima Rodrigues, Graciete Cardoso